Fujimori é acusado de vender armas às Farc em 1999

Lima, 12 mai (EFE).- Um promotor peruano acusou o ex-presidente Alberto Fujimori, detido em Lima desde setembro, de vender ilegalmente 10 mil fuzis às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em 1999, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O promotor Jorge Chávez Cotrina denunciou Fujimori, que governou entre 1990 e 2000, pelos crimes de violação e conspiração à soberania de um Estado estrangeiro, tráfico de armas e formação de quadrilha, revelou a agência estatal "Andina".

O ex-governante foi interrogado por Chávez Cotrina no Chile, onde ficou detido entre o final de 2005 e setembro do ano passado, quando foi extraditado ao Peru. No entanto, em todos os encontros ele negou qualquer participação no tráfico de armas.

Fujimori e seu ex-assessor de inteligência Vladimiro Montesinos ofereceram uma entrevista coletiva em 2000, na qual informaram a detenção de uma suposta máfia de tráfico de armas às Farc.

No entanto, no final desse ano o ex-chefe do Serviço de Inteligência Nacional (SIN) Humberto Rozas denunciou que Montesinos armou a entrevista coletiva, ao advertir que a CIA (Agência Central Inteligência dos Estados Unidos) tinha descoberto a operação ilícita.

Chávez Cotrina solicitou ao Poder Judiciário o início dos trâmites para pedir ao Chile a ampliação da extradição de Fujimori, aprovada no ano passado por dois crimes de abusos dos direitos humanos e cinco de corrupção.

Atualmente, o ex-governante é processado pelo massacre de 25 pessoas em 1991 e 1992, nas mãos do grupo militar encoberto Colina, e pelo seqüestro do jornalista Gustavo Gorriti e do empresário Samuel Dyer, em 1992.

Montesinos foi condenado em 2006 pela venda de armas às Farc a 20 anos de prisão, depois que se comprovou sua cumplicidade com os irmãos Luis Frank e José Luis Aybar Cancho, com quem comprou os fuzis AKM na Jordânia que depois foram lançados em pára-quedas em um ponto da selva colombiana. EFE mmr/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG