Fujimori apresenta recurso para reverter condenação

Lima, 23 abr (EFE).- O advogado de Alberto Fujimori entregou hoje a documentação para reforçar o recurso que busca anular a condenação de 25 anos de prisão imposta ao ex-presidente peruano por violação dos direitos humanos.

EFE |

O advogado César Nakazaki entregou os documentos na Suprema Corte, que é responsável pela revisão da condenação.

Fujimori foi condenado em primeira instância, em 7 de abril passado, a 25 anos de prisão pelos massacres de Barrios Altos e La Cantuta, perpetrados em 1991 e 1992 e que causaram 25 mortes. O ex-líder também foi considerado culpado do sequestro de um jornalista e um empresário após o "autogolpe" de estado de 1992.

Assim que conheceu a sentença, o ex-presidente anunciou que iria interpor um recurso de nulidade, para o qual hoje vencia o prazo.

Nakazaki explicou que coloca nos argumentos as seguintes questões: "nulidade e novo julgamento, absolvição ou redução de pena", embora tenha considerado que "o Poder Judiciário dificilmente vai fazer justiça ao presidente Fujimori".

Segundo ele, existe "uma clara decisão de prolongar a prisão do presidente Fujimori além do que a lei estabelece", ao criticar que as acusações por sequestro dão a ele um "tratamento de condenado por terrorismo" e impedem que desfrute de benefícios penitenciários.

Além disso, o advogado de Fujimori disse que a sentença não só viola a legalidade constitucional, mas a penal, ao utilizar figuras como o crime internacional. EFE watt/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG