Frio provoca adiamento da volta às aulas em estados mexicanos

México, 7 jan (EFE).- A onda de frio que afeta a maior parte do México provocou o adiamento do reinício das aulas em vários estados do país depois do recesso para as festas de fim de ano.

EFE |

Segundo a Secretaria de Educação Pública (SEP), estava previsto para hoje o retorno às aulas de 34,32 milhões de alunos dos três níveis de ensino em centros educativos públicos e privados, assim como de 1,78 milhão de professores e diretores.

No entanto, as salas de aula não abriram nos estados de Zacatecas, Hidalgo, Michoacán e San Luis Potosí, cujas autoridades decidiram adiar a volta às aulas para segunda-feira.

Além disso, as aulas serão suspensas em Veracruz entre amanhã e segunda-feira, uma decisão que pode ser seguida pelos estados de Baixa Califórnia, Coahuila, Querétaro e Cidade do México, também afetados pelas baixas temperaturas.

O Serviço Meteorológico Nacional (SMN) disse em comunicado que prevê para hoje a entrada de uma nova frente fria no México "que provocará condições severas, favorecendo uma forte queda de temperatura na maior parte do território".

É esperado que os termômetros marquem temperaturas abaixo de zero em estados do norte e da região central do México. Além disso, entre sexta-feira e sábado, pode nevar nas áreas acima dos três mil metros de altitude da parte central do país. EFE jd/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG