Frio paralisa transportes na Europa

As baixas temperaturas e as tempestades de neve que continuam a castigar boa parte da Europa provocaram cancelamento de voos e fechamento de aeroportos e estradas em vários países. Os serviços de trem entre a Grã-Bretanha e a França permanecem suspensos desde sábado, depois que cinco trens do Eurostar quebraram dentro do Eurotúnel devido às baixas temperaturas, deixando mais de 2 mil passageiros presos.

BBC Brasil |

Os cinco trens quebraram entre a noite de sexta-feira e sábado. Especialistas acreditam que o problema, no sistema elétrico, foi causado por um choque térmico quando os trens deixaram o ar frio na França e entraram no túnel quente e úmido.

Na noite de sábado, um sexto trem também apresentou problemas.

Os passageiros que foram obrigados a passar a noite no túnel reclamaram de falta de comida e água, além da falta de informações.

Neste domingo, o Eurostar começou a transportar 500 passageiros considerados "mais vulneráveis" de Londres para a França e a Bélgica.

Natal
A empresa ainda não anunciou quando os serviços voltarão a funcionar. Em sua página na Internet, um comunicado afirma: "Estamos comprometidos em restaurar nossos serviços o mais breve possível, mas nossa principal prioridade é a segurança e o conforto de nossos clientes".

A previsão é de que os trens não voltem a operar antes do Natal. A empresa anunciou que não vai vender passagens até depois de 26 de dezembro.

O presidente da empresa, Richard Brown, já avisou que, quando o serviço for reativado, os trens não conseguirão transportar todos os que compraram passagens e pediu que as pessoas evitem viagens desnecessárias.

Segundo o Eurostar, passageiros afetados terão o valor pago pelo bilhete reembolsado e receberão uma passagem de volta e uma compensação de 150 libras.

Aeroportos
O frio também provoca problemas para quem se desloca por via aérea ou rodoviária. Grã-Bretanha, França, Bélgica, Alemanha e Holanda enfrentam cancelamento de voos e atrasos.

No aeroporto internacional de Bristol, na Inglaterra, centenas de pessoas ficaram presas depois que a companhia aérea Easyjet cancelou pelo menos cinco voos.

No aeroporto de Manchester, os voos foram suspensos por 90 minutos na manhã deste domingo, para que funcionários pudessem retirar neve da pista.

Serviços de emergência na Grã-Bretanha pedem que as pessoas tenham cuidado extra ao dirigir e caminhar.

Mortes
O frio atinge a maioria dos países europeus e já matou 19 pessoas.

Na Polônia, onde os termômetros caíram para -20°C, o frio já provocou pelo menos 15 mortes, a maior parte de sem-teto.

Também nos Estados Unidos a neve e as baixas temperaturas interromperam transportes e provocaram pelo menos cinco mortes.

Na capital, Washington, o transporte público foi suspenso e as autoridades declararam estado de emergência.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG