Frente Polisário quer negociar com Marrocos sem enviado da ONU

A Frente Polisário anunciou nesta terça-feira em Argel que estava disposta a participar de uma quinta rodada de negociações com o Marrocos sobre o futuro do Saara Ocidental, mas sem a intervenção do enviado especial da ONU, Peter Van Walsun.

AFP |

"Apoiamos o princípio de negociações com o Marrocos, e a Frente Polisário concordou em participar da quinta rodada de negociações (em Manhasset, próximo a Nova York, sobre o futuro do Saara Ocidental), mas sem a participação de Van Walsum", declarou Taleb Omar, membro diretor da Frente Polisário, citado pela agência argelina APS.

A Frente Polisário considera que Van Walsun "tomou partido a favor do Marrocos em uma declaração na qual disse que a independência do Saara Ocidental é uma opção irreal".

Marrocos e a Polisário realizam desde junho de 2007 negociações sob os auspícios da ONU em Manhasset para determinar o futuro da ex-colônia espanhola.

A Polisário, apoiada pela Argélia, exige a realização de um referendo de autodeterminação para que os saharauis decidam entre a incorporação ao Marrocos, a independência ou a autonomia do território.

O Marrocos propõe como única opção uma autonomia sob sua soberania, o que a Frente Polisário se opõe.

Ex-colônia espanhola, o Saara Ocidental foi anexado pelo Marrocos em 1975. A Frente Polisário lutou pela independência do território até que que um cessar-fogo fosse alcançado em 1991.

hg/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG