Frente Polisário ameaça voltar à luta armada contra Marrocos

Cairo, 12 dez (EFE) - O secretário-geral da Frente Polisário, Mohammed Abdelaziz, ameaçou voltar à luta armada se o Governo do Marrocos continuar colocando obstáculos para alcançar uma solução ao conflito do Saara Ocidental.

EFE |

"Se o Governo do Marrocos continuar criando obstáculos aos esforços para alcançar uma solução pacífica, então estamos dispostos a retomar as armas para defender o direito legítimo do povo saaráui à autodeterminação", disse Abdelaziz em entrevista exibida hoje pela emissora catariana "Al Jazira".

Abdelaziz, que também pediu aos países árabes para respaldar o grupo, ressaltou que o povo saaráui "tem três opções: escolher um Governo autônomo, unir-se ao Marrocos ou a independência".

"Caso se opte pela independência, estaremos preparados para considerar todos os pedidos do Governo marroquino para proteger seus interesses na região", acrescentou o responsável saaráui.

Durante a entrevista, o secretário-geral da Frente Polisário ressaltou que o grupo só recebe ajuda da Argélia e da Mauritânia e pediu aos demais países árabes a contribuírem para colocar fim ao conflito, que remonta a 1975, quando a Espanha abandonou esta antiga colônia. EFE nq/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG