Frei reconhece derrota no Chile e parabeniza Piñera

Santiago do Chile, 17 jan (EFE).- O candidato da coalizão de centro-esquerda Concertação, Eduardo Frei, reconheceu sua derrota no segundo turno das eleições presidenciais chilenas, realizado neste domingo, e parabenizou seu adversário, o empresário direitista Sebastián Piñera.

EFE |

"Quero parabenizar Sebastián Piñera. A maioria dos chilenos lhe deu sua confiança para que conduza os destinos do país pelos próximos quatro anos e desejo sucesso em sua gestão", disse Frei, falando pela primeira vez após a vitória da oposição.

Frei, que já foi presidente entre 1994 e 2000, destacou que os "chilenos deram mais uma vez uma demonstração de maturidade cívica perante o mundo".

"Os resultados da eleição deixam em evidência a solidez de nossa democracia; foi uma eleição limpa e transparente", enfatizou o senador democrata-cristão.

Frei disse que espera "que prevaleçam o diálogo e as conquistas sociais que tanto custou alcançar".

Ladeado pelos ex-presidentes chilenos Ricardo Lagos e Patrício Aylwin e acompanhado de sua mulher, Marta Larraechea, Frei falou por 45 minutos depois que a primeira apuração oficial antecipasse a vantagem de Sebastián Piñera por quase quatro pontos percentuais.

"Isto é apenas uma etapa no caminho; nossa busca para conseguir mais justiça continuará em cada canto do Chile", anunciou Frei, que enfatizou: "O Chile é muito melhor hoje do que o país que recebemos em 1990", após o fim da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

"Somos cada vez mais conscientes do valor da democracia, da liberdade e dos direitos humanos; este é o principal motivo de orgulho de nossa coalizão, a Concertação, e o caminho do qual não devemos nos separar", ressaltou.

Após agradecer o apoio dos ex-presidentes Aylwin, Lagos e especialmente da atual governante, Michelle Bachelet, Frei ressaltou que o projeto político de construção do país está "ainda mais vigente" após o triunfo de Piñera.

Frei se despediu de seus eleitores, reunidos no quartel-general do comando eleitoral, com uma frase de seu pai, o também ex-presidente chileno Eduardo Frei Montalva: "É preciso ver os triunfos e as derrotas com a mesma cara; se consegues, serás um homem". EFE mf/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG