Fraude nos EUA: Madoff tem mais um dia para pagar fiança de US$ 10 mi

Bernard Madoff, autor confesso de um golpe de 50 bilhões de dólares que abalou o setor financeiro internacional, tem até quarta-feira para pagar a fiança, anunciaram fontes oficiais.

AFP |

Madoff, de 70 anos, conseguiu mais um dia de prazo, até amanhã, às 14h (17h de Brasília), para cumprir as condições da fiança estabelecida em sua detenção, na semana passada.

O investidor foi solto na última quinta, mediante a apresentação de uma promissória no valor de 10 milhões de dólares que tem de ser assinado por quatro fiadores. Sua mulher firmou a garantia durante sua detenção.

"A defesa solicitou mais tempo para cumprir as condições", declarou o procurador-geral em nota à Corte.

Um documento do tribunal mostra que o juiz Gabriel Gorenstein aprovou a ampliação do prazo solicitada hoje.

A principal garantia de Madoff é seu apartamento, que os procuradores avaliaram em sete milhões de dólares. Também entregou seu passaporte e pode viajar apenas para o sul e leste de Nova York e Connecticut.

Madoff confessou um golpe de pelo menos 50 bilhões de dólares. O esquema quebrou quando os clientes começaram a pedir seu dinheiro, pressionados pelos efeitos da crise financeira.

As autoridades americanas afirmam que Madoff usou, secretamente, o dinheiro dos novos investidores para pagar os juros de outros investidores, o que se conhece como a montagem de uma "pirâmide" financeira.

sms/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG