Fraude bilionária nos EUA atinge bancos do mundo inteiro

Alguns dos maiores bancos do mundo revelaram ter sido vítima de um esquema de fraudes multimilionárias que resultou em perdas de US$ 50 bilhões. Entre os bancos prejudicados pelo esquema de fraude - semelhante ao esquema da pirâmide -, estão o britânico RBS, o espanhol Santander e o francês BNP Paribas.

BBC Brasil |

O esquema, que está sendo descrito como um dos maiores casos do tipo, teria sido montado por Bernard Madoff, dono de um fundo de investimentos e ex-presidente da Nasdaq, a principal bolsa de Nova York em que são negociadas ações de empresas de alta tecnologia.

Ele é acusado de ter prometido ganhos volumosos, pagando investidores mais antigos com o dinheiro investido por novos clientes.

Ele foi preso na última quinta-feira, depois de ter confessado a três empregados que estava "terminado" e "não tinha absolutamente nada".

Uma das administradoras de fundo mais conhecidas no distrito financeiro londrino criticou os reguladores financeiros americanos por falharem em detectar a suposta fraude.

"Escândalo financeiro"

Nicola Horlick, a chefe do Bramdean Investments, disse que os reguladores americanos "fracassaram em seu trabalho".

"Acho que agora é muito difícil para as pessoas investirem em coisas que deveriam ser reguladas nos Estados Unidos, porque eles fracassaram em seu trabalho", disse Horlick.

"Esse é o maior escândalo financeiro da história dos mercados - US$ 50 bilhões é uma quantidade enorme de dinheiro."
Entre os bancos e instituições financeiras que tinham investimentos com Bernard Madoff estão:

Incerteza

Analistas afirmam que o caso deve alimentar incertezas sobre toda a indústria de fundos hedge.

Os promotores americanos afirmam que Madoff planejou uma fraude de proporções massivas através de seu fundo hedge e de uma consultoria de investimentos.

Um juiz federal apontou um auditor para avaliar os bens da empresa de Madoff e as contas de clientes. O banqueiro de 70 anos de idade foi libertado sob fiança de US$ 10 milhões.

Madoff fundou a Bernard L Madoff Investments Securities em 1960, mas também administrava uma empresa de fundos hedge separadamente.

Segundo a acusação apresentada pela promotoria, Madoff disse a pelo menos três funcionários na semana passada que sua empresa de fundos hedge - que contava com 25 clientes e administrava US$ 17,1 bilhão - era uma fraude e estava insolvente há anos.

Se for considerado culpado, promotores americanos afirmam que ele poderá enfrentar até 20 anos de prisão e uma multa de até US$ 5 milhões.

Leia mais sobre fraude

    Leia tudo sobre: fraude

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG