Franceses seqüestrados no sul da Nigéria são identificados

Lagos, 4 ago (EFE).- A Polícia do estado de Rivers, na região petrolífera do sul da Nigéria, identificou hoje os dois cidadãos franceses seqüestrados no domingo na região como Tessier Philipe e Kererouedan David, ambos tripulantes da embarcação Bourbon Apsara.

EFE |

Os dois homens foram seqüestrados por um grupo armado em um bar da cidade portuária de Onne, a 20 quilômetros de Port Harcourt, onde se concentra grande parte das atividades relacionadas à extração e refino de petróleo na região do delta do rio Níger.

Inicialmente, as forças de segurança nigerianas tinham informado que os seqüestrados eram empregados da companhia petrolífera Addax, que opera na área.

Uma porta-voz da Polícia nigeriana, Rita Abbey, confirmou que os dois franceses foram capturados por 16 homens armados que chegaram ao local em uma lancha motora pelo rio Onne e dispararam várias vezes ao ar antes de levar os reféns.

Abbey acrescentou que uma patrulha das Forças Militares Conjuntas encarregadas da segurança da região matou um membro da quadrilha de seqüestradores e apreendeu um fuzil AK-47 e três carregadores, contendo no total 60 cartuchos.

"Nenhum grupo se responsabilizou pelo seqüestro e também não foi recebido um pedido de resgate", assinalou a porta-voz policial. EFE da/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG