Franceses dizem não ter novas pistas sobre queda de avião

PARIS (Reuters) - Investigadores franceses não têm novas pistas sobre as causas do acidente com um avião da Air France no oceano Atlântico há duas semanas, disse o chefe da agência de investigação francesa na quarta-feira. Mais informações podem estar disponíveis nos próximos dias, disse Paul-Louis Arslanian a jornalistas, pedindo ao público muita paciência enquanto a busca por corpos e destroços continua em alto-mar.

Reuters |

Ele falou em uma coletiva de imprensa sobre os trabalhos de busca e o que os investigadores chamaram de "condições desfavoráveis" na remota área do oceano Atlântico onde o Airbus A330 caiu quando voava do Rio de Janeiro a Paris, em 1o de junho.

A agência de investigação disse até o momento que os dados transmitidos desde o avião antes da queda indicavam uma leitura pouco confiável da velocidade por parte dos sensores da aeronave, mas que ainda é muito cedo para dizer se isso contribuiu para o acidente.

Todas as 228 pessoas a bordo do avião morreram no acidente, tornando-o o pior desastre da história da Air France.

(Reportagem de Tim Hepher)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG