França vai continuar buscando caixas-pretas do Airbus além do dia 10 de julho

Paris, 3 jul (EFE).- A França vai continuar procurando as caixas-pretas do avião da Air France que caiu no dia 1º de junho no Atlântico, e que talvez já deixaram de emitir sinais, não somente até o dia 10 de julho, como tinha sido previsto até agora, mas inclusive durante mais tempo.

EFE |

O secretário de Estado de Transportes, Dominique Bussereau, anunciou hoje, em entrevista à emissora de rádio "RTL", que "se não forem encontrados os meios clássicos até o dia 10 de julho, depois continuaremos com meios de prospecção submarinos".

"Esta perseverança se justifica para contar a verdade para as famílias, contar a verdade para o pessoal da Air France e também contar a verdade para cada um de nós que utiliza o transporte aéreo e quer saber o que aconteceu", explicou Bussereau.

Reconheceu que as possibilidades de encontrar as caixas-pretas, programadas para emitir sinais durante um mês em caso de acidente, "são bastante fracas".

Os investigadores franceses encarregados do acidente descartam, em um relatório apresentado ontem, que a aeronave tenha se desintegrado em voo e acreditam na hipótese de que ela chegou a roçar a água e depois sofreu uma "forte aceleração vertical" para evitar cair no oceano. EFE ac/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG