França tomará comando da parte naval da Finul diante do litoral libanês

Paris, 27 ago (EFE).- A França substituirá a Itália na próxima segunda-feira à frente do grupo naval TF 448, componente marítimo da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul), informou hoje o Estado-Maior francês.

EFE |

O mandato desse grupo naval é ajudar as autoridades libanesas a controlar os fluxos marítimos, zelar para que entregas "ilegais" de armas não cheguem ao Líbano por mar, e formar a Marinha libanesa para que no futuro possa garantir sua plena soberania nas águas territoriais do país.

O comando da TF 448 ficará durante seis meses nas mãos do contra-almirante francês Alain Hinden, que sucederá o italiano Ruggiero di Biase, afirmou o Estado-Maior em comunicado.

Da embarcação de comando e abastecimento "Somme", Hinden estará ao comando de um Estado-Maior multinacional integrado por seis italianos, dois espanhóis, um português, um grego e um turco (um terço do total), e de cerca de dez navios de países da Euromarfor.

Criada em 1995 por iniciativa da França, Espanha, Itália e Portugal, e atualmente dirigida pelos italianos por um período de dois anos, a Euromarfor fornece à ONU o Estado-Maior da TF 448 para um ano, até 1º de março de 2009. EFE al/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG