França retoma contatos com a Síria sobre crise política no Líbano

Abu Dhabi, 22 abr (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores francês, Bernard Kouchner, conversou hoje no Kuwait com o chanceler sírio, Waleed al-Moualem, sobre as tentativas para resolver a crise política no Líbano, no primeiro contato entre os dois países desde dezembro do ano passado.

EFE |

A reunião ocorreu à margem da conferência entre os países vizinhos do Iraque e representantes do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais desenvolvidos e a Rússia), inaugurada hoje no Kuwait, segundo fontes da delegação síria.

Estas fontes, citadas pela agência "Kuna", disseram que Kouchner e Moualem trocaram pontos de vista sobre vários assuntos do Oriente Médio, especialmente a forma de acelerar a escolha de um presidente do Líbano para colocar fim ao vazio presidencial vivido por esse país desde novembro passado.

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, interrompeu os contatos com a Síria em dezembro do ano passado, após acusar Damasco de prejudicar a obtenção de um consenso entre os diferentes grupos políticos sobre a escolha de um sucessor para Émile Lahoud, que deixou o cargo de presidente no fim de 2007.

Vários países ocidentais e árabes moderados, como o Egito e a Arábia Saudita, insistem em que a Síria e o Irã pressionem seus aliados no Líbano, especialmente o xiita Hisbolá, para reduzir as divergências entre a oposição e a maioria parlamentar, a fim de escolher um sucessor para Lahoud. EFE fa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG