França rejeita troca de jovem por detento iraniano

A França anunciou que se recusa a trocar uma jovem francesa acusada no Irã de ter participado nos protestos contra o governo por um um iraniano detido na França pelo assassinato, em 1991, do ex-premier de Teerã Shapur Bajtiar.

AFP |

"O presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad, quer trocar a jovem francesa, Clotilde Reiss, por Ali Vakili Rad", disse o chanceler Bernard Kouchner.

"Mas isto não acontecerá de maneira nenhuma. Mesmo que quiséssemos, não poderíamos fazê-lo", completou o ministro, em uma referência à independência do Poder Judiciário na França.

Rad foi condenado em 1994 na França a prisão perpétua, com um período de detenção mínimo de 18 anos, pelo assassinato em 1991 do ex-premier Bajtiar.

Kouchner também informou que a justiça iraniana convocou Clotilde Reiss para uma "última" audiência na quarta-feira.

Reiss é acusada de ter participado nos protestos de junho no Irã contra a reeleição de Ahmadinejad, denunciada como fraudulenta pela oposição.

prh-cls/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG