Paris, 18 ago (EFE).- A França fez uma chamada hoje a todas as forças políticas do Paquistão para que seja respeitado o marco constitucional e o estado de direito, após o anúncio de renúncia do presidente paquistanês, Pervez Musharraf.

Ao anunciar sua renúncia, em discurso televisionado, Musharraf disse que atuava "pelo bem da nação", ao evitar a "instabilidade" do processo de destituição que as forças governamentais abriram contra ele, e rejeitou as acusações feitas.

"Tomamos nota" da decisão do presidente Musharraf de renunciar, disse o porta-voz adjunto do Ministério de Exteriores da França, expressando o desejo de Paris de que o próximo presidente e o Governo do Paquistão possam "trabalhar em um clima construtivo e no respeito às instituições", para enfrentar os desafios no país.

Acrescentou que confiava em que fosse possível "garantir a estabilidade e a democracia nesse grande país e permitir que assuma nas melhores condições suas responsabilidades regionais e internacionais". EFE al/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.