França pede a líderes europeus que solucionem impasse com Airbus

PARIS (Reuters) - Um painel do Senado francês pediu aos líderes europeus que intervenham diretamente numa disputa relacionada a atrasos no maior projeto de ação militar para evitar danos à defesa da Europa e proteger 30 mil postos de trabalho. Membros dos comitês de finanças e relações internacionais na Câmara Alta disseram que mandarão um relatório conjunto de 90 páginas, detalhando problemas e falta de supervisão na aeronave A400M, construída pela Airbus para o presidente Nicolas Sarkozy.

Reuters |

"Se queremos salvar este avião, os governos têm de se envolver, não parlamentares. Estamos pedindo ao presidente que aplique toda sua força neste dossiê", disse Josselin de Rohan, senadora do partido governista UMP, em uma coletiva.

Culpando os fabricantes de motores por atrasos de 3 anos, a EADS, ligada à Airbus, pediu uma renegociação de um contrato de 20 bilhões de euros para a construção de um avião para 7 nações da Otan, mas a Alemanha e a Grã-Bretanha já manifestaram insatisfaçãoinsatisfaçào com os atrasos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG