Tamanho do texto

O Estado Maior das forças armadas e a presidência francesa negaram nesta sexta-feira as declarações do governador Abdul Kadir Ahmed, para quem a operação militar contra os piratas que seqüestraram o veleiro Le Ponant na Somália teria causado três mortos e oito feridos.

"Desmentimos categoricamente essas informações", assegurou à AFP uma fonte presidencial.

pa-ha/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.