França lançou missão sem negociar, dizem Farc

BOGOTÁ - As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) publicaram um comunicado nesta terça-feira no qual dizem que a França lançou a missão humanitária pela refém Ingrid Betancourt sem consultá-las. A operação francesa busca prestar assistência à ex-candidata à presidência da Colômbia, refém das Farc há seis anos.

Redação |


A guerrilha ressalta que já libertou seis reféns unilateralmente e criticou a ação militar colombiana que matou Raúl Reyes, o número dois no comando do grupo rebelde. "Lamentamos profundamente que o presidente Alvaro Uribe tenha planejado a execução de Raúl enquanto fazíamos progressos palpáveis na libertação dos prisioneiros", diz o texto.

As Farc voltaram a exigir a libertação de rebeldes presos em troca dos reféns e a criação de uma zona desmilitarizada no interior do país.

Leia mais sobre: Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG