Paris, 4 mai (EFE).- A França lançou hoje o processo de substituição do passaporte eletrônico pelo biométrico, cujos primeiros exemplares serão emitidos no segundo semestre.

O correspondente decreto, publicado hoje no Diário Oficial do Estado, determina as modalidades do futuro passaporte, que terá um microprocessador para armazenar de forma digitalizada a foto e as impressões digitais.

Segundo o texto, as crianças com menos de seis anos estão isentas da coleta de impressões digitais.

Os passaportes biométricos deverão estar disponíveis até o final de junho de 2009, em virtude de um acordo na União Européia para reforçar a confiabilidade dos documentos de identidade.

Para implantar o novo documento, cerca de 2.000 Prefeituras da França receberão máquinas para gravar gratuitamente as fotos e impressões digitais digitalizadas. EFE al/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.