França examina 5 casos suspeitos de gripe suína

Paris - As autoridades da França examinam cinco casos suspeitos de gripe suína em pessoas recém-chegadas do México e dos Estados Unidos, dos quais três foram detectados no norte do país, disse à Agência Efe um porta-voz da Prefeitura de Lille.

EFE |

Segundo o funcionário, um casal de aproximadamente 50 anos foi internado com o filho, de 20, num hospital de Tourcoing (norte) com sintomas da doença.

Os três chegaram da Califórnia (EUA), mas a situação deles só será confirmada no fim do dia, quando sairão os resultados dos exames a que foram submetidos.

"Estamos tratando deles como se fossem portadores do vírus da gripe suína", acrescentou o porta-voz, que disse que foram tomadas todas as medidas necessárias para impedir o possível contágio da doença.

Mais cedo, o diretor-geral do Ministério da Saúde, Didier Houssin, tinha dito que há "suspeitas, não confirmadas, sobre duas pessoas procedentes do México" que estariam doentes.

Segundo Houssin, que não deu detalhes dos dois possíveis casos de gripe suína, "não vão faltar outros casos" no país, dados os elevados deslocamentos entre França e México.

No entanto, as autoridades francesas já criaram um centro de crise no Ministério da Saúde para acompanhar a evolução da situação no México e as possíveis consequências em território francês.

Além disso, o Instituto Nacional de Vigilância Sanitária ativou um dispositivo de alerta para a detecção, a comprovação e tomada de medidas oportunas diante de qualquer caso de infecção que possa vir a ser registrado.

Ainda hoje, o Ministério da Saúde da França vai informar que medidas tomou em relação ao surto de gripe suína no México.

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG