França envia navio com equipamentos para buscas de avião

PARIS (Reuters) - Um navio que permite a exploração do fundo do mar foi requisitado para participar das buscas por destroços do Airbus A330 da Air France, anunciou na terça-feira o ministro dos Transportes francês. O Pourquoi Pas, uma embarcação de cem metros, se encontra no momento no arquipélago dos Açores e não poderá partir antes da quarta-feira.

Reuters |

Oito dias no mar são necessários para que ele chegue à zona em que estão sendo feitas as buscas, informou o Ifremer (Instituto Francês de Pesquisas para a Exploração do Mar), proprietário do navio em conjunto com a Marinha francesa.

A requisição foi feita depois de as autoridades brasileiras terem anunciado que foram avistados destroços e poltronas de avião a cerca 650 quilômetros de Fernando de Noronha. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, confirmou posteriormente que os destroços são do avião da Air France que faria a rota Rio de Janeiro-Paris e desapareceu no domingo à noite.

O comunicado do Ministério dos Transportes francês informa que o "Pourquoi Pas" permite a utilização de equipamentos pesados como o submarino "Nautile" e o robô de exploração "Victor 6000".

Dois aviões de patrulha marítima Atlantique 2 e um avião de vigilância marítima Falcon 50 se revezam atualmente nas buscas sobre a região pesquisada.

Um Awacs, avião de detecção e de comando aéreo, deve também chegar na quarta-feira, vindo de Dacar. Dois navios da Marinha francesa, o TCD Foudre e a fragata de vigilância Ventôse, estarão na região no fim de semana.

De acordo com a Marinha brasileira, a profundidade do oceano no setor onde os destroços foram avistados oscila entre 2.000 e 3.000 metros.

Aviões da Aeronáutica continuam a realizar buscas perto do arquipélago de Fernando de Noronha. Um avião da Marinha americana baseado em Salvador chegou ao Brasil na terça-feira para juntar-se às operações de busca.

Além disso, as autoridades americanas estão fornecendo "apoio de satélites".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG