França envia 3 navios para área onde foram avistados destroços

Paris, 2 jun (EFE).- A França enviou três navios à região onde a Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou restos de um avião, perante a possibilidade de que pertençam ao Airbus da Air France desaparecido ontem, disse à Agência Efe um porta-voz do Estado-Maior francês.

EFE |

"São os primeiros restos encontrados desde o acidente e temos que levá-los muito a sério. Temos que investigá-los o mais rápido possível", assegurou o porta-voz Christophe Prazuck.

Além dos dois navios da Marinha francesa, que partiram de Portugal e das Antilhas, hoje zarpou a embarcação "Pourquoi pas", que tem robôs especializados em buscas em alto-mar.

O primeiro-ministro francês, François Fillon, informou hoje que às duas aeronaves militares francesas que participam desde ontem na missão para encontrar o A-330 da Air France vai se juntar um avião radar Awacs.

O porta-voz do Estado-Maior precisou que dois de seus navios chegarão no final da semana para analisar os restos avistados pelos brasileiros.

Segundo as autoridades francesas, a profundidade máxima da área em que foram achados os restos é de 4.700 metros e os aparatos que o "Pourquoi pas" tem podem operar a até 6 mil metros, como informa o Ministério do Meio Ambiente em comunicado .

As caixas-pretas do A-330 acidentado têm capacidade para resistir a pressão de água até 6 mil metros.

Prazuck disse ainda que "sempre é preciso manter a esperança de que se encontre sobreviventes, embora no momento haja poucas possibilidades".

Nesse sentido, os familiares das vítimas francesas, reunidos em um hotel de Paris, afirmaram que mantêm a esperança de que se encontrem sobreviventes do acidente, segundo relatou um de seus porta-vozes à imprensa. EFE lmpg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG