França entrega três supostos membros da ETA à Espanha

Madri, 9 jul (EFE).- Os supostos membros da organização terrorista ETA Cristina Goiricelaia González, Eneko Agirresarobe Olagoy e Oscar Celarain Ortiz, que integrariam os comandos Vizcaya e Argala, foram transferidos hoje da França para a Espanha por agentes da Polícia espanhola.

EFE |

Cristina Goiricelaia era reivindicada pela Audiência Nacional espanhola por colaboração com grupo armado, enquanto sobre Eneko Agirresarobe e Oscar Celarain pesava uma reivindicação por pertencimento ao grupo terrorista, segundo fontes policiais.

Agirresarobe, suposto membro do comando "Vizcaya" da ETA foi detido pela Polícia francesa em 18 de novembro de 2003 em Saint Julien, que fica 50 quilômetros ao nordeste de Toulouse.

Com 27 anos e nascido em San Sebastián, Agirresarobe foi membro do comando Zuzen até sua desarticulação, em dezembro de 2001.

Em março de 2003, passou a fazer parte do comando Vizcaya como membro "liberado", sustentado pela ETA.

A Agirresarobe são atribuídos cinco atentados com explosivos, inclusive três carros-bomba, sendo o mais grave realizado em 27 de julho de 2003 no estacionamento do Aeroporto de Santander.

Goiricelaia, de 40 anos, nasceu em Bergara, e foi vereadora de Yurre pelo Herri Batasuna.

Em 1999, entrou no comando Vizcaya e durante um tempo emprestou sua casa em Fruniz para servir como residência de segurança e esconderijo para armazenar armas e explosivos.

Em novembro de 2000, Goiricelaia fugiu após a desarticulação do comando, até ser detida em 10 de janeiro de 2003 em Dax, no sudoeste da França, juntamente com outros terroristas.

No momento de sua detenção, foram apreendidos 72 mil euros procedentes do chamado "imposto revolucionário".

Celarain, de 37 anos, nasceu em Tolosa e foi membro do comando Argala da ETA, ao qual são atribuídos vários atentados em regiões turísticas durante o verão (hemisfério norte) de 2002.

Celarain foi detido juntamente com Andoni Otegi Eraso perto da cidade francesa de Toulouse em 20 de setembro de 2002. EFE edr/wr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG