França e Espanha tentam consertar estragos após tempestades

Por Estelle Shirbon e Sonya Dowsett PARIS/MADRI (Reuters) - Países europeus enviaram equipes de eletricistas para a França neste domingo e a Espanha mobilizou tropas adicionais para ajudar a lidar com o dia seguinte das tempestades que mataram 15 pessoas.

Reuters |

Após a passagem de ventos de até 190 km/h no sábado, o sol apareceu neste domingo sobre uma paisagem caótica de árvores e postes de luz tombados, telhados destruídos, carros esmagados e destroços espalhados pelo sudoeste da França e norte da Espanha.

O ministro da Defesa espanhol disse que o Exército reforçou o apoio aos serviços de emergência que lutam com um incêndio em uma floresta em Alicante, ao norte da cidade turística de Benidorm, que começou quando fortes rajadas derrubaram um poste de eletricidade no sábado.

Milhares de pessoas na área foram retiradas de suas casas e passaram a noite em bibliotecas e centros esportivos.

Mais de mil eletricistas franceses apoiados por 12 helicópteros lutaram para restabelecer a energia a 1,1 milhão de lares. Colegas da Grã-Bretanha, Alemanha e Portugal devem chegar no final do dia para ajudar.

"Depois da tempestade, a rede elétrica ficou seriamente danificada. O acesso à rede é particularmente difícil, o que complica o trabalho de nossas equipes," disse a administração da francesa ERDF (rede de distribuição de eletricidade da França na sigla em francês).

A tempestade matou onze pessoas na Espanha, incluindo quatro crianças mortas quando um centro esportivo desabou, e quatro na França, a pior ocorrência do tipo no país desde dezembro de 1999.

Na ocasião, uma tempestade matou 88 pessoas. Depois disso, a agência de previsão do tempo criou um sistema de alerta antecipado, e as autoridades disseram que vários alertas nos dias que antecederam a tempestade deste sábado provavelmente ajudaram a reduzir o número de baixas.

Os eletricistas franceses estavam instalando 500 geradores de apoio em cidades e vilarejos afetados como medida de emergência, disse a ERDF, acrescentando que 12 helicópteros sobrevoavam a área para ajudar as equipes no solo a fazer um levantamento detalhado dos estragos.

Na Espanha, a operadora da rede elétrica REE disse que as rajadas de vento interromperam o abastecimento de 17 linhas no norte. Dezenas de milhares de pessoas na Galícia e na Catalunha estavam sem energia, disseram autoridades locais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG