França e Alemanha pedem garantias para segurança de Israel

Paris, 8 jan (EFE).- A França e a Alemanha pediram hoje garantias para a segurança de Israel como elemento essencial para conseguir um cessar-fogo imediato no Oriente Médio.

EFE |

"É preciso dar a Israel a garantia de que as armas não passarão pela fronteira", disse o presidente francês, Nicolas Sarkozy, em referência ao contrabando de armamento pela fronteira sul da Faixa de Gaza, após receber no Palácio do Eliseu a chanceler alemã, Angela Merkel.

Em entrevista coletiva conjunta, a chanceler alemã concordou com ele em que essa garantia a Israel deve ser dada para a obtenção de um cessar-fogo imediato na zona, e disse que será examinado "passo a passo" a situação, em resposta a uma pergunta sobre se seria partidária de um envio de tropas internacionais ao local dos combates entre as forças israelenses e os milicianos palestinos.

Sarkozy acrescentou que a garantia do fim do contrabando de armas deveria ser um passo prévio à retirada do Exército israelense da Faixa de Gaza, para realizar depois a abertura das passagens entre esse território e Israel.

"O tempo nos pressiona", disse Sarkozy, acrescentando que "é preciso fazer tudo o possível para que os diferentes protagonismos levem à paz (...). Todo mundo quer oferecer sua pedra ao edifício da paz, mas tem que ser ao mesmo tempo".

O presidente francês afirmou que será preciso fazer "toda a pressão" necessária para o fim dos disparos de foguetes do Hamas da Faixa de Gaza em direção a território israelense.

No final da entrevista coletiva, Merkel e Sarkozy insistiram em que há um acordo total sobre as bases a partir das quais é preciso conseguir um acordo para o fim dos combates. EFE jam-pi/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG