França e África do Sul pedem o fim da impunidade em Darfur

Paris, 25 jul (EFE).- A França e a África do Sul pediram hoje o fim da impunidade em Darfur e gestos do presidente sudanês, Omar Hassan Ahmad al-Bashir, para demonstrar que recebeu a mensagem do Tribunal Penal Internacional (TPI) que investiga os abusos contra os direitos humanos nesta província do oeste do Sudão.

EFE |

"Convocamos o presidente sudanês Bashir a fazer os gestos e esforços necessários para que a comunidade internacional compreenda que recebeu a mensagem do TPI", disse em entrevista coletiva o presidente francês, Nicolas Sarkozy, após a primeira cúpula entre a UE e a África do Sul, realizada em Bordeaux (sudoeste da França).

Em declaração comum, Sarkozy e o presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, também destacaram a importância que "encerre a impunidade em Darfur", onde morreram mais de 300 mil pessoas em cinco anos de conflito.

A União Européia (UE), que este semestre está sendo presidida pela França, pediu repetidamente ao Sudão que entregue o vice-ministro do Interior do Sudão, Ahmad Mohammed Harun, e o líder da milícia Janjaweed, Ali Kushayb, contra os quais pesa uma ordem de detenção ditada pelo TPI. EFE ik/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG