França diz ter capturado suposto novo líder do ETA

PARIS - A polícia da França prendeu três membros do grupo separatista basco ETA, incluindo o suposto novo líder do grupo, informou o governo francês nesta segunda-feira. A ministra do Interior Michele Alliot-Marie parabeniza a polícia, que prendeu os três membros da organização terrorista ETA, incluindo um que já deve ter sido identificado como Balak, o suposto sucessor de Txeroki como chefe do ETA, afirmou o gabinete de Alliot-Marie em comunicado.

Reuters |

No último mês, Garikoitz Aspiazu Rubina, conhecido como Txeroki, foi capturado na França. Acredita-se que ele estava envolvido nos ataques, incluindo a explosão de uma bomba, ao aeroporto de Madri em 2006.

A mídia espanhola publicou que o principal homem do grupo preso nesta segunda-feira se chama Eneko Zarrabeitia.

As prisões aconteceram após o atentado fatal em 3 de dezembro a um empresário de 71 anos na cidade basca de Azpeitia, pelo qual o governo espanhol responsabiliza o ETA.

Autoridades espanholas disseram que o grupo foi reduzido a um número relativamente pequeno de militantes. No entanto, eles continuam promovendo ataques a bomba regularmente.

O ETA iniciou sua violenta campanha de independência dos tradicionais territórios bascos no norte da Espanha e sudoeste da França no últimos anos de ditadura de Francisco Franco em 1960, e já matou mais de 800 pessoas em quatro décadas.

    Leia tudo sobre: eta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG