O governo francês vai desmantelar a chamada selva de Calais, nome de um acampamento nesse porto do norte da França onde vivem imigrantes ilegais, em sua maioria afegãos e iraquianos, que escaparam da violência com a esperança de cruzar para a Inglaterra.

O ministro da Imigração, Luc Besson, defendeu nesta quinta-feira a decisão do governo de desmantelar completamente antes do fim da próxima semana esse acampamento que, segundo ele, se transformou "numa zona sem lei".

Segundo a prefeitura de Calais, nos últimos anos as redes clandestinas fizeram desse local uma nova base para o tráfico de seres humanos.

bur-hr/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.