A França convocou para consultas seu embaixador em Honduras, pouco depois da Espanha ter feito um anúncio similar, como demonstração de repúdio ao golpe do último domingo que derrubou o presidente constitucional Manuel Zelaya, anunciou o chanceler francês Bernard Kouchner.

"A França condena firmemente a derrubada da ordem constitucional em Honduras e eu decidi convocar para consulta nosso embaixador", declarou o ministro.

"A decisão foi adotada em relação com os interlocutores europeus da França presentes em Honduras. O futuro de Honduras e desta região é indissociável da democracia", completou.

bur/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.