França confirma que receberá guerrilheiros das Farc arrependidos

Paris, 10 dez (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores francês, Bernard Kouchner, afirmou hoje que a França aceitou receber os guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) arrependidos, se a Justiça colombiana estiver de acordo.

EFE |

O chefe da diplomacia francesa se expressou assim em entrevista concedida à emissora "Europe 1", horas depois de o ex-guerrilheiro colombiano Wilson Bueno Largo, que há pouco tempo desertou das Farc e colocou em liberdade o ex-congressista Óscar Tulio Lizcano, sair da Colômbia com destino a Paris.

Bueno Largo, conhecido como "Isaza", viaja à capital francesa junto com a namorada e acompanhado pela ex-refém franco-colombiana Ingrid Betancourt.

Kouchner não quis precisar "nem a hora nem o lugar" no qual foi tomada essa decisão, e não deu detalhes sobre o estatuto dos ex-guerrilheiros que eventualmente forem para a França.

Perguntado sobre o número de guerrilheiros que possa se beneficiar dessa situação, o ministro respondeu: "Não sei, mas parece que os colombianos querem que haja o maior número possível".

EFE jaf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG