França confirma envio de soldados ao Afeganistão

A França enviará um batalhão adicional de 800 soldados ao leste do Afeganistão para reforçar a missão da Otan, informou nesta quarta-feira, em Bucareste, o porta-voz da Aliança Atlântica (Otan), James Appathurai.

AFP |

"Posso confirmar que o governo francês ofereceu uma contribuição militar substancial ao Afeganistão", disse.

"Esta proposta foi feita para o leste do país, e os Estados Unidos, com base nisso, ofereceram tropas para o sul", acrescentou o porta-voz, em referência a uma mobilização de soldados da Otan nas duas áreas mais perigosas do Afeganistão.

O reforço do contingente era uma das exigências do Canadá, que ameaçava retirar suas tropas do país.

A Força Internacional de Assistência à Segurança (ISAF), liderada pela Otan desde 2003, conta atualmente com 47.000 homens de 39 países e deve aumentar seu efetivo para 50.000, graças a reforços prometidos por onze nações.

O contingente francês, concentrado principalmente em Cabul, tem 1.700 soldados, sem contar as centenas de marinheiros mobilizados em navios de guerra que estão no Oceano Índico.

O presidente americano, George W. Bush, pediu hoje aos países da Otan que enviem mais tropas ao Afeganistão, lembrando a decisão americana de mobilizar mais 3.200 fuzileiros navais para o front afegão.

"Pedimos a outros países que também mandem mais efetivos. A ameaça terrorista é real, é mortífera, e vencer esse inimigo é a prioridade principal" da Otan, afirmou Bush.

Por sua vez, o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, garantiu que seu objetivo é conseguir uma divisão "mais eficaz" da carga no Afeganistão.

mat/fb/tt/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG