França condena nova profanação de túmulos muçulmanos

Paris, 6 abr (EFE).- Mais de 140 túmulos de muçulmanos de um cemitério militar no norte da França foram pintados com palavras contra o islã, atitude fortemente condenada pelas autoridades francesas.

EFE |

Esta é a segunda vez em apenas um ano que tumbas muçulmanas do cemitério militar de Notre-Dame de Lorette são vandalizadas. Nesta ocasião foram encontrados, inclusive, palavras de exaltação a Adolf Hitler e aos skinheads.

Responsáveis pelo cemitério informaram hoje que foram feitas também pinturas insultando gravemente a ministra da justiça da França, Rachida Dati, que tem ascendência norte-africana.

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou que se trata do "racismo mais inadmissível que existe" e disse "compartilhar a dor de toda a comunidade muçulmana da França".

Sarkozy pediu ao secretário de Estado de Antigos Combatentes, Jean-Marie Bockel, que vá ao cemitério para que inicie uma investigação que apresente resultados rápidos para que os responsáveis pelas pichações "sejam castigados como merecem".

O primeiro-ministro francês, François Fillon, assim como o Partido Socialista, também condenaram os atos. EFE ao/rr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG