França aprova indenização a vítimas de testes nucleares

Paris, 22 dez (EFE).- O Senado francês aprovou hoje o projeto de lei que prevê o pagamento de indenizações a vítimas de testes nucleares realizados pelo Governo.

EFE |

O texto, também aprovado pela Assembleia Nacional, diz que serão indenizadas todas as pessoas que desenvolveram ou que vierem a desenvolver doenças relacionadas à sua exposição aos testes nucleares.

O Ministério da Defesa calcula que aproximadamente 150.000 pessoas, entre civis e militares, podem ter sido afetados pelos testes nucleares já realizados pela França no Saara argelino e na Polinésia.

Entre 1960 e 1966, a França realizou 210 testes nucleares no Saara argelino. Já nos atóis de Fangataufa e Mururoa, na Polinésia, os experimentos se estenderam de 1966 a 1996.

O ministro da Defesa, Hervé Morin, foi quem anunciou, em março de ano, a elaboração do projeto aprovado hoje pelos senadores. EFE pi/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG