França ameaça Irã com novas sanções caso falte transparência

Paris, 28 set (EFE).- A França pediu hoje que o Irã opte pela negociação, suspendendo suas atividades nucleares e que seja transparente em seu programa atômico, caso contrário seguirá trabalhando em novas sanções.

EFE |

Em comunicado, o Ministério de Assuntos Exteriores da França expressa sua satisfação com a aprovação unânime, no sábado, de uma resolução na qual o Conselho de Segurança da ONU reafirma três emitidas anteriormente, mas que não impôs novas sanções ao regime de Teerã, como a França desejava.

Esta nova resolução "marca a preocupação e a unidade da comunidade internacional frente ao programa nuclear do Irã", destaca a Chancelaria francesa.

O Ministério de Assuntos Exteriores afirma que manterá dentro do grupo do Conselho de Segurança a estratégia de diálogo e firmeza perante o problema nuclear iraniano para chegar a negociações com Teerã.

"A França reafirma, além disso, sua determinação em trabalhar com seus parceiros em novas sanções para reforçar a pressão sobre o Irã, caso continue ignorando suas obrigações internacionais", conclui o comunicado. EFE pdp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG