Fox pede que Obama passe a compromissos com México

México, 15 abr (EFE).- O ex-presidente mexicano Vicente Fox pediu hoje ao presidente americano, Barack Obama, mais compromisso dos Estados Unidos contra o crime organizado e que deixe de lado as palmadinhas nas costas que este país recebia de Washington quando ele era o governante do México.

EFE |

"O que precisamos é de compromisso, o do presidente Obama e do Governo dos EUA, mas não mais palavras, não mais planos, não mais palmadinhas nas costas, como as que eu recebi por seis anos", disse Fox, em entrevista à "CNN" em espanhol.

"É preciso agir, é tempo de ação", acrescentou o ex-presidente do México, que pertence ao conservador Partido Ação Nacional (PAN), como o atual presidente mexicano, Felipe Calderón.

Amanhã, começa uma visita oficial de menos de 24 horas de Obama ao México, concentrada, principalmente, nos assuntos de segurança e na reivindicação mexicana para que haja mais controle sobre o tráfico de armas americanas para este país, o que alimenta os cartéis das drogas.

Na entrevista, Fox pediu aos EUA que estreitem os laços com o México e atendam a assuntos muito importantes para este país, como a necessidade de uma reforma migratória integral, que o ex-líder tentou impulsionar, sem sucesso, com o ex-presidente americano George W. Bush.

Fox lembrou a Obama que já há no Congresso dos EUA uma proposta migratória "muito completa", que está à espera de análise e aprovação, que deveria acontecer de forma "muito urgente", ainda este ano, disse.

"Não acho que o presidente Obama vá ter uma (proposta) melhor do que a que está no Congresso", disse o político mexicano, que defende que a iniciativa sirva para "legalizar o trabalho de 12 milhões de hispânicos" que estão tornando os EUA um país "grande" e a economia desse país "competitiva". EFE act/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG