Fotógrafo espanhol e jornalista britânico seqüestrados na Somália são libertados

Dois jornalistas estrangeiros, um fotógrafo espanhol e um redator britânico, seqüestrados no dia 26 de novembro na província autoproclamada autônoma de Puntland, no norte da Somália, foram libertados neste domingo, informou uma fonte policial local.

AFP |

"Esperamos por eles no hotel (em Bosasso). Mas já estão livres e estão a caminho", afirmou à AFP um alto funcionário da polícia de Puntland, que pediu o anonimato.

Minutos mais tarde, disse que já podia ver os ex-reféns chegarem ao hotel Internacional de Bosasso.

Um funcionário do hotel disse por telefone à AFP que os jornalistas já ocupavam um dos quartos, e pareciam "em bom estado de saúde".

O fotógrafo espanhol José Cendon, que colabora com vários veículos, entre eles a AFP, no leste da África, e o jornalista britânico, foram seqüestrados por desconhecidos armados quando investigavam a pirataria no golfo de Aden para um jornal britânico.

amu/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG