Fotografias inéditas lembram John Kennedy Jr. 10 anos depois de sua morte

Nova York, 16 jul (EFE).- Os americanos lembraram hoje John Kennedy Jr.

EFE |

, dez anos após sua trágica morte, com a publicação de fotografias inéditas que mostram o lado mais íntimo do único filho homem do presidente John F. Kennedy.

"John-John", como popularmente ficou conhecido, morreu no dia 16 de julho de 1999, junto com sua esposa, Carolyn Bessette, e sua cunhada Lauren quando o pequeno avião que ele mesmo pilotava caiu sobre o Atlântico.

Uma década depois da impactante morte, uma de suas melhores amigas, Sasha Chermayeff, divulgou na revista "People" uma coleção privada de fotografias de John-John, que na época era o solteiro mais cobiçado de Nova York e o herdeiro de uma das famílias políticas mais importantes do país.

"Sempre achei que Kennedy ia conseguir algo grande, algo cheio de significado para ele e para outras pessoas", lembra Sasha, na última edição da revista, que publicou fotos de Kennedy, que hoje teria 48 anos, tiradas desde sua adolescência, até poucos dias antes de sua morte.

Kennedy pilotava o pequeno avião no qual, junto com sua esposa e sua cunhada, ia para um casamento em Martha's Vineyard, no estado americano de Massachusetts, quando perdeu o controle a 12 quilômetros da pista de aterrissagem e o caiu no mar. Seus corpos foram encontrados cinco dias depois, sem vida.

Entre as fotos publicadas, destacam as que foram tiradas no dia em que Kennedy se casou com Carolyn e que mostram filho de JFK jogando futebol americano na praia enquanto a noiva namorada se arrumava.

Sasha disse que em seu último encontro com Kennedy, ele assegurou que tinha chegado um momento no qual "realmente queria ter um filho".

Além de fotografias, a revista também publicou postais e cartas que Kennedy enviou a Sasha, algumas assinadas como "Juan Kennedy".

EFE dvg/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG