Fotografia de Moholy-Nagy é vendida por US$ 242.500 em leilão

Nova York, 30 mar (EFE).- A casa de leilões Sothebys de Nova York vendeu hoje uma fotografia do húngaro László Moholy-Nagy por US$ 242.

EFE |

500 e seis lotes de instantâneas do mexicano Manuel Álvarez por US$ 95 mil.

Um retrato em preto-e-branco da esposa de Moholy-Nagy (1895-1946), cujo valor foi calculado entre US$ 200 mil e US$ 300 mil, foi arrematado por US$ 242.500 na sede nova-iorquina da casa de leilões britânica.

Entre as peças leiloadas estavam seis lotes de fotografias do mexicano Manuel Álvarez (1902-2002) avaliados em US$ 77 mil e que foram vendidos por US$ 95 mil.

Outra das obras principais do leilão foi a imagem do fotógrafo suíço Robert Frank "Nova Orleans (Tranvía)", vendida por US$ 122 mil, acima dos US$ 120 mil calculados.

Além disso, o leilão incluiu várias imagens do polêmico artista nova-iorquino Robert Mapplethorpe (1946-1989), cuja obra "Calla Lily" foi vendida por US$ 92.500.

A surpresa do dia ficou com a fotografia "Woman in Moroccan palace" ("Mulher em um palácio marroquino"), do americano Irving Penn (1918), que não teve lance algum, apesar de ser considerada uma das vedetes do leilão.

Um porta-voz da casa de leilões informou que os 187 lotes leiloados esta segunda-feira alcançaram um total de US$ 2,38 milhões.

Além das fotos vendidas, havia outras instantâneas dos americanos William Eggleston (1939), Ansel Adams (1902-1984) e Edward Weston (1886-1958), assim como de seu filho Brett Weston (1911-1993), entre outros. EFE bs/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG