Foto de bebê é usada para condenar fraudador

A polícia da região de Humberside, no norte da Inglaterra, prendeu um fraudador de cartões bancários depois de usar como prova contra o criminoso uma foto de seu filho rodeado por notas de dinheiro. O romeno Adu Bunu foi condenado a cinco anos de prisão pelo roubo de mais de 40 mil libras (R$126 mil) em um esquema de clonagem de 2 mil cartões bancários.

BBC Brasil |

Segundo a polícia de Humberside, Bunu trabalhava com um cúmplice, que continua foragido, e clonava cartões em caixas eletrônicos instalados do lado de fora de supermercados de várias cidades.

Ele colocava frentes falsas nos caixas eletrônicos que registravam as senhas dos cartões. Depois, usava os cartões clonados para retirar dinheiro pelo país.

Bunu tinha a foto de seu filho rodeado por notas de dinheiro armazenada em seu telefone celular, e a polícia apresentou a fotografia como prova contra ele no tribunal.

O acusado se defendeu afirmando que tirar uma foto da criança rodeada por dinheiro fazia parte de uma tradição romena que celebraria o batizado do bêbe.

No entanto, o juiz não aceitou sua alegação e o declarou culpado por conspiração para clonagem de cartões bancários.

"Essa foi certamente uma operação de clonagem de cartões bem organizada, onde mais de 2 mil cartões foram recuperados", afirmou o sargento Neil Clarkson, da polícia de Humberside.

"Se todos os detalhes recolhidos dos cartões tivessem sido utilizados, os bancos estimam que ele tinha potencial para roubar mais de £1 milhão", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG