Fórum Social Europeu começa na Suécia em busca de Europa mais democrática

Malmo (Suécia), 17 set (EFE).- O desenvolvimento sustentável, a defesa de uma Europa mais democrática, da diversidade e da justiça social e econômica são alguns dos temas centrais do V Fórum Social Europeu, que hoje começa em Malmo (sul da Suécia) e que irá até domingo.

EFE |

Com o lema "Outro mundo é possível" os organizadores do comitê nórdico do evento esperam reunir 20 mil altermundistas de movimentos pacifistas, feministas, ecologistas, de direitos humanos e sindicatos.

A reunião de Malmo segue às de Florença (2002), Paris (2003), Londres (2004) e Atenas (2006), que surgiram a partir do Fórum Social Mundial de Porto Alegre, que aconteceu em 2002 e no qual se decidiu que o movimento devia se reforçar com versões regionais.

A quinta edição do fórum será aberto esta tarde no Parque do Povo de Malmo com uma breve cerimônia que contará com a participação de alguns ativistas.

Apenas amanhã é que começará a parte principal do fórum, com seus 280 seminários e oficinas divididos em quatro áreas da cidade e que abordarão questões englobadas em dez temáticas gerais, entre as quais estão os direitos sociais, uma Europa mais justa e solidária, o combate à precariedade no mercado de trabalho, a democratização da cultura, a igualdade para imigrantes e os movimentos de justiça global.

Durante todo o fórum haverá salas nos diferentes espaços para discussões abertas e espontâneas sobre os assuntos tratados nos seminários ou outros propostos.

Além disso, qualquer um poderá partilhar seus comentários ou materiais gráficos para construir a memória coletiva do fórum.

Uma grande manifestação percorrerá as ruas de Malmo no sábado sob o lema "Poder para o povo, contra o capitalismo e a destruição meio ambiental: outro mundo é possível", para terminar em uma festa no Parque do Povo que contará com a participação da cantora e ativista americana Anne Feeney.

No dia seguinte acontecerão os últimos seminários e um ato de encerramento com apresentações e discussões sobre os resultados.

De forma paralela, acontecerá um amplo programa de atividades culturais gratuitas que inclui cinema, música, exposições, teatro, seminários e conferências. EFE alc/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG