Fortes terremotos atingem região oeste da China

As autoridades não divulgaram informações sobre feridos

EFE |

Dois terremotos, de 6 e 5,4 graus na escala Richter, sacudiram na manhã desta terça-feira as províncias ocidentais chinesas de Xinjiang, no primeiro caso, e de Sichuan e Gansu, no segundo, sem que por enquanto tenham sido reportados vítimas fatais ou danos materiais, informou a agência oficial "Xinhua".

Segundo os dados tornados públicos pelo Centro de Controle de Terremotos da China, o terremoto mais forte atingiu a região autônoma de Xinjiang às 8h51 locais e afetou principalmente a localidade de Kazak. Horas antes, às 5h58, outro sismo, este de 5,4 graus, sacudiu a zona fronteiriça entre as províncias de Sichuan e Gansu.

O epicentro do terremoto teve uma profundidade de 20 quilômetros e foi localizado entre as cidades de Guangyuan, no norte da província de Sichuan, e Longnan, localidade meridional de Gansu. "As pessoas saíram correndo de suas casas quando ocorreu o sismo, mas não houve quedas de casas nas zonas urbanas", disse à agência "Xinhua" Zhang Huaibi, funcionário de Longnan.

    Leia tudo sobre: CHINA TERREMOTO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG