Fortes chuvas na Índia deixam pelo menos 76 mortos

Nova Délhi, 30 ago (EFE) - Pelo menos 76 pessoas morreram por causa das inundações no estado de Bihar, no norte da Índia, sendo 20 delas passageiros de uma barca de resgate que se afogaram, informou hoje uma fonte oficial.

EFE |

Segundo a fonte, citada pela agência "PTI", mais de dois milhões de pessoas foram afetadas pelo temporal, enquanto um total de 350 mil foram evacuadas pelas equipes de resgate.

Três helicópteros do Exército estão desenvolvendo trabalhos de resgate aéreo nas zonas atingidas pelas águas.

Mais de 100 mil pessoas foram realojadas nos 162 locais habilitados pelas autoridades para abrigar os deslocados e que, em sua maioria, estão sendo administrados por ONGs.

O secretário adjunto de Gestão de Desastres, Prataya Amrit, citado pela agência "Ians", confirmou que estão ocorrendo migrações "em massa" nos distritos afetados pela mudança de curso de um dos principais afluentes do Ganges, o rio Kossi, depois que o caudal fluvial transbordou em sua passagem pelo Nepal.

No distrito de Madhepura, um dos mais atingidos, um total de 20 pessoas que viajavam em embarcações de resgate do Exército morreu depois que as barcas naufragaram pelas fortes correntes.

As embarcações levavam, no total, 50 pessoas, mas 30 puderam ser resgatadas.

As tarefas de salvamento continuam sendo complicadas devido à intensidade das chuvas, às fortes correntes e ao nível de água nas zonas afetadas, segundo a cadeia "NDTV".

Embora fontes oficiais situem o número de mortos em 76, a ONG Action Aid lembrou que "os desaparecidos não estão incluídos nos dados oficiais", e advertiu de que o número de vítimas mortais poderia se elevar a dois mil. EFE mb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG