Pelo menos 28 pessoas morreram no México devido às intensas chuvas registradas no país, principalmente na capital, no estado de Michoacán (oeste) e no Estado do México (centro), informaram neste sábado fontes oficiais.

A situação mais grave é a de Michoacán, onde nos últimos três dias foram registradas 18 mortes, incluindo duas crianças.

Porta-vozes da secretaria de Segurança Pública do estado disseram que dez pessoas morreram hoje, somando-se às oito mortes dos dias anteriores, em três municípios.


Mexicanos empurram carro levado pela enchente na Cidade do México / Reuters

O presidente Felipe Calderón visitou a região, que tem cerca de 20 mil desabrigados.

O governo do Estado do México (vizinho da capital do país) informou que sete pessoas morreram na sexta-feira quando os carros em que viajavam foram atingidos por um desmoronamento de terra. As autoridades estaduais dizem que as chuvas obrigaram sete mil famílias a deixarem suas casas.

A imprensa do país informou ainda que um homem morreu enquanto fazia trabalhos de dragagem no município de Vale de Chalco, na região da capital.

Até o momento, foi declarada situação de emergência em dez cidades nos estados mais atingidos. Com isso, as autoridades vão receber recursos extras para atendimento às necessidades de alimentação, abrigo e saúde da população afetada.

Leia mais sobre México

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.