Forte terremoto sacode sudoeste de Tóquio

TÓQUIO (Reuters) - Um forte terremoto de magnitude inicial de 6,6 graus atingiu as regiões leste e central do Japão na manhã de terça-feira (horário local). O tremor chacoalhou construções em Tóquio e derrubou produtos de prateleiras de supermercados. O epicentro do tremor, ocorrido às 5h07, no horário local (17h07 horário de Brasília), ocorreu a 20 quilômetros de profundidade em Suruga Bay, informou a Agência Meteorológica do Japão, sob a administração de Shizuoka, a cerca de 150 quilômetros sudoeste de Tóquio. Um tsunami de até 60 centímetros foi registrado na costa do Pacífico.

Reuters |

"Foi um tremor lateral como nunca eu havia testemunhado antes. Coisas caíram das prateleiras", disse Atsushi Imai, um funcionário local, em entrevista à TV NHK.

A Chubu Electric Power Co Inc suspendeu as operações em sua unidade nuclear de Hamaoka para testes de segurança.

Algumas rodovias foram fechadas após painéis elétricos terem parado de funcionar, e ao menos uma linha de trem teve a operação suspensa, informou a NHK.

"Não há relatos de incêndio. Alguém machucou a perna após a TV cair da prateleira e foi levado ao hospital", disse à NHK Kinichi Tashiro, do Corpo de Bombeiros de Yaizy, Shizuoka.

Terremotos são comuns no Japão, uma das áreas maiores atividades sísmicas do mundo. O país responde a cerca de 20 por cento dos terremotos registrados no mundo de magnitude de 6 graus ou mais.

Em outubro de 2004, um terremoto de magnitude 6,8 graus atingiu a região de Niigata, no norte do Japão, matando 65 pessoas e ferindo mais de 3 mil.

Este foi o tremor mais grave desde o terremoto de 7,3 graus que atingiu a cidade de Kobe em 1995, matando mais de 6.400.

(Por Linda Sieg)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG