Pelo menos 12 pessoas ficaram feridas em consequência do terremoto de magnitude 7,7 registrado na ilha de Sumatra, na Indonésia, na manhã desta quarta-feira (hora local). Por enquanto não há registro de mortes e grandes danos materiais.

O abalo aconteceu às 5h15 locais na quarta-feira (19h15 de terça em Brasília), a 31 quilômetros de profundidade, no fundo do mar, junto à costa da província de Aceh no Oceano Índico. Pelo menos outros cinco abalos secundários foram registrados posteriormente, com magnitude de até 5,2 na escala Richter.

Segundo a Agência Nacional de Gestão de Catástrofes da Indonésia, a maioria dos feridos, entre eles um menor, sofreu cortes, contusões e traumatismos por conta dos danos causados em suas casas pelo tremor.

Após o abalo, que teve duração de um minuto, muitos moradores da região, já acostumados com intensas atividades sísmicas, abandonaram correndo suas casas e saíram a pé ou em motos rumo ao interior, perante o temor de um tsunami.

Mãe abraça criança em Medan, norte da ilha, momentos após tremor
Mãe abraça criança em Medan, norte da ilha, momentos após tremor

O terremoto causou danos em dezenas de edifícios, e deixou Medan e Banda Aceh - as duas maiores cidades de Sumatra - sem eletricidade. A companhia energética estatal ainda não tem previsão sobre a extensão dos problemas nas subestações, e por isso a situação pode demorar a ser normalizada.

Segundo os especialistas, o balanço inicial não é consideravelmente negativo, principalmente se for levado em conta o potencial destrutivo do terremoto.

Leia mais sobre terremoto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.