TEGUCIGALPA - Um forte terremoto de magnitude 7,1 graus na escala Richter atingiu Honduras na madrugada desta quinta-feira, matando quatro pessoas e provocando um alerta sobre a possibilidade de tsunami na América Central e costa do Caribe.

"Confirmamos quatro mortes", disse Randolfo Funes, chefe de operações da Comissão Permanente de Contingências de Honduras, acrescentando que as vítimas são um adolescente de 15 anos, duas crianças de 9 e uma de 3. "Todos estavam dormindo, a maioria morreu esmagada", disse.

Segundo Funes, pode haver outras vítimas fatais em zonas remotas do país de difícil acesso e comunicação ruim.

O terremoto atingiu a costa nordeste de Honduras próximo à ilha de Roatán, um resort de mergulho, e destruiu construções no norte do empobrecido país com de cerca de 7 milhões de habitantes.

Honduras tem poucos prédios altos, mas em muitos lugares houve casas destruídas e igrejas danificadas.

Tremor na madrugada

O terremoto foi registrado às 2h24 (5h24 de Brasília), quando a maioria das pessoas estava dormindo.

O guarda Pedro Ramirez, de 52 anos, estava em seu caminhão do lado de fora de um prédio em Tegucigalpa quando o tremor o atingiu.

"Eu senti o carro balançando e comecei a ouvir barulho de escombros do prédio ao lado", disse ele. "Foi assustador porque estava tremendo muito. Eu nunca senti qualquer coisa do tipo."

O terremoto foi 64 quilômetros a nordeste de Roatán, a maior das três ilhas do país reconhecidas pelo mergulho e a presença de golfinhos. O tremor teve uma profundidade de 10 quilômetros.

Em Roatán, equipes de resgate disseram que o terremoto provocou o corte da energia e causou pequenos danos aos edifícios. As pessoas deixaram suas casas e foram recomendadas que ficassem longe da costa.

Leia mais sobre terremoto

* Com Reuters e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.