Tremor, com epicentro a 12 quilômetros de profundidade, atinge segunda maior cidade do país

Um forte terremoto de magnitude 7,0 na Escala Ritcher atingiu a Ilha Sul da Nova Zelândia, informou o Instituto Geofísico de Estados Unidos. O epicentro do tremor, que aconteceu às 4h35 de sábado no país (13h35 desta sexta-feira em Brasília), foi a 30 quilômetros a noroeste de Christchurch, a uma profundidade de 12 quilômetros.

Christchurch é a segunda maior cidade da Nova Zelândia, com uma população de 386 mil. O centro de Alerta de Tsunami do Pacífico, que inicialmente indicou não existir "nenhuma ameaça ampla de tsunami destrutivo", afirmou posteriormente que havia risco de um tsunami local. Também foram corrigidas a magnitude do tremor e a profundidade de seu epicentro, que num primeiro momento foram especificadas em 7,2 e 16,1 km, respectivamente.

Segundo a polícia, há pequenos danos e cortes de energia em vários pontos da cidade, mas não há informações de feridos ou mortos. O jornal The Press, que fica em Christchurch, disse que abalos secundários ainda são sentidos e há queda do fornecimento de energia em boa parte da cidade. Como aconteceu de madrugada, muitas pessoas estavam dormindo no momento do tremor.

A Nova Zelândia localiza-se ao sul do chamado Anel de Fogo do Pacífico, e sobre uma área de uma falha da Terra onde a Placa do Pacífico converge com a Placa Indo-Australiana. O país tem mais de 14 mil terremotos por ano, dos quais apenas cerca de 20 superam a magnitude de 5,0 graus.

O último terremoto fatal aconteceu em 1968, quando um abalo de 7,1 graus deixou três mortos na costa leste da Ilha Sul.

*Com BBC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.