Forte terremoto atinge o México

Sismo com 7,4 graus teve epicentro a 20 km de profundidade e assustou moradores da Cidade do México

iG São Paulo |

Um terremoto forte e longo de 7,4 graus na Escala Richter com epicentro no Estado de Guerrero, seguido por um abalo secundário no centro-sul do México, tremeu por ao menos um minuto prédios na Cidade do México e fez com que trabalhadores e residentes saíssem assustados para as ruas. Uma ponte de pedestres caiu sobre um ônibus, gesso despencou de tetos e janelas quebraram no centro da capital mexicana. Ao menos um prédio na capital ficou a ponto de desmoronar.

Infográfico: Entenda como acontecem os terremotos e tsunamis

Relato ao iG: 'Cadeiras e chão se moviam como se estivesse no mar', diz mexicano

Mais de 60 casas ficaram danificadas perto do epicentro a 20 km de profundidade e a 25 km a sudoeste da cidade de Ometepec (município de 50 mil habitantes), no sul do Estado de Guerrero, mas não há informações de mortes ou feridos graves.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (na sigla em inglês, USGS), que inicialmente marcou a intensidade em 7,9 graus, posteriormente a baixou para 7,6 e 7,4. O terremoto inicial foi seguido por um mais fraco, de magnitude de 5,1 graus, que foi sentido na capital.

Trabalhadores e moradores assustados lotaram as ruas da capital minutos depois do meio-dia local (15h em Brasília). "Tenho problemas de pressão, senti que ia desmaiar", disse Rosa Maria Lopez Velazquez, 62, do lado de fora do prédio da prefeitura.

O abalo sísmico foi sentido com força no sul do Estado de Guerrero e perto de Acapulco, na costa do Oceano Pacífico. O Estado vizinho de Oaxaca também foi atingido com força, sendo palco de dois abalos secundários. "Foi muito forte, mas não vimos nada cair", disse Irma Ortiz, que gerencia um albergue em Oaxaca. Malia, a filha mais velha do presidente dos EUA, Barack Obama, passa férias com um grupo escolar em Oaxaca e está bem.

Em sua conta no Twitter, o prefeito da Cidade do México, Marcelo Ebrard, disse que o sistema de água e outros "serviços estratégicos" não foram afetados pelo tremor. Apesar disso, o serviço de telefonia caiu na cidade e em toda a região onde o terremoto foi sentido.

Grupos de mulheres se abraçaram e choraram perto do Monumento pela Independência na Cidade do México, onde centenas de pessoas que foram retiradas dos prédios disseram nunca ter sentido um terremoto tão forte. O aeroporto da capital foi fechado brevemente, mas não há danos nas pistas, e as operações seguem normalmente.

Samantha Rodriguez, uma consultora ambiental de 37 anos, teve de sair do 11º andar do prédio de escritórios Angel Tower. "Achei que fosse passar logo, mas as paredes começaram a tremer e decidimos descer", disse.

Saiba mais: Círculo de Fogo do Pacífico é área com mais terremotos no mundo

Tragédia: Um ano do tsunami do Japão: Veja antes e depois da reconstrução

Em Oaxaca, Sylvia Valencia dava aula de espanhol para cinco estudantes adultos na escola de idiomas Vinigulaza quando aconteceu o terremoto. "Alguns de nós se sentaram, outros correram", relatou. "Foi difícil. O tremor foi forte e longo."

Em Chilpancingo, capital do Estado de Guerrero, o terremoto foi sentido com forte intensidade, mas a Defesa Civil do México informou que ainda não há relatos de "danos graves". A chefe da Defesa Civil mexicana, Laura Gurza, disse que os Estados afetados pelo tremor foram Guerrero, local do epicentro, Oaxaca, Puebla, Tabasco e Distrito Federal, onde fica a capital do país.

"Não temos danos graves a relatar. No entanto, pela magnitude do tremor, há a possibilidade de danos em imóveis frágeis, construídos de pau a pique principalmente, sem grandes estruturas", disse.

Em dezembro, o Estado de Guerrero foi epicentro de um terremoto de 6,5 graus na escala Richter, incidente responsável por três mortes. O México se encontra em uma das maiores zonas sísmicas do mundo, onde interagem placas tectônicas como as do Pacífico, Cocos, América do Norte, Caribe e Rivera.

*Com AP, BBC e EFE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG