Forte réplica sacode epicentro de terremoto na China

Pequim, 15 mai (EFE).- Uma forte réplica sacudiu hoje novamente a cidade de Yingxiu, epicentro do devastador terremoto da segunda-feira no distrito de Wenchuan, informou a agência de notícias Xinhua.

EFE |

O escritório de imprensa da província sudoeste de Sichuan assinalou à Agência Efe que não tem detalhes concretos deste novo tremor, e por isso sua intensidade é desconhecida.

Segundo a "Xinhua", por volta das 8h (21h de quarta-feira em Brasília) rochas e terra começaram a se desprender das montanhas que cercam a cidade, destruindo totalmente as ruínas das já devastadas casas locais.

Na segunda-feira, a China sofreu seu pior terremoto em 32 anos, de 7,9 graus de intensidade na escala aberta de Richter.

Os movimentos telúricos acontecem com freqüência desde então, com pelo menos 18 réplicas acima dos 5 graus na escala aberta de Richter no distrito de Wenchuan, segundo o Birô Sismológico da China.

Em Yingxiu, que tem mais de 10 mil moradores, apenas 2.300 pessoas sobreviveram, e a vida de mil delas está em risco em função de seus ferimentos.

Os sismólogos chineses comparam a gravidade desta catástrofe com o terremoto de Tangshan em 1076, que matou 240 mil pessoas e é considerado o pior desastre natural da história da Ásia. EFE mz/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG